sexta-feira, 29 de março de 2013

Bão dimais - Salame doce


Salame doce


A receita é da confeitaria Sweet Salames, que fica no Shopping Raposo Tavares, em São Paulo.

Ingredientes: 400 gramas de bolacha maisena * 1 lata de leite condensado * 2 xícaras (chá) de chocolate em pó * 1 e 1/2 xícara (chá) de manteiga, sem sal e levemente derretida * 1 xícara (chá) de amêndoas picadas
Modo de fazer: Em uma tigela misture bem o leite condensado, o chocolate e a manteiga. Acrescente a bolacha maisena quebrada com as mãos (não triture). Coloque as amêndoas e misture  tudo até formar uma massa firme. Se ficar mole, coloque um pouco mais de bolachas.
Enrole a massa como se fosse um salame, com ajuda de um saco plástico formando um rolo. Aperte bem para os ingredientes ficarem firmes. Modele o rolo e amarre as pontas e coloque no freezer por no mínimo três horas.
Ainda com o plástico, corte o salame em fatias (largas, as pequenas quebram facilmente). Se preferir, retire o plástico antes de cortar, mas então use uma faca úmida e aquecida para cortar o salame, para que o utensílio não grude na massa. Para aquecer a faca, mergulhe-a em água quente.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Persona - Mario Vargas Llosa

Jorge Mario Vargas Llosa (Arequipa, 28 de Março de 1936) 

Ninguém vive sem um pouco de poesia... - Mario Benedetti

Abreviatura
O ser humano é uma abreviatura
um compêndio brevíssimo
por tudo e por nada encerrado
em laconismos do gênero
Sr Sra Dr Dra Excia Exmo Prof ...

o ser humano é um milímetro
do universo / uma piscadela
do infinito que nasce e  morre
gota a gota ou num ápice

mais do que palavra é uma vírgula
um pedaço de alma, uma pulsação
um disparate de esperança

o ser humano é um instante
um sino sem badalo / um relógio
de águas ou de areia
um destino simulado
uma alegria sem fundamento
e uma tristeza sem motivo.
(Mario Benedetti)

quarta-feira, 27 de março de 2013

Persona - Affonso Romano de Sant' Anna

Affonso Romano de Sant'Anna (Belo Horizonte, 27 de Março de 1937) 

terça-feira, 26 de março de 2013

Dica de diversão - Meus olhos duas sementes

Clique na imagem para vê-la em tamanho maior

Santa Rita é notícia - Santa Rita do Sapucaí ganha Centro de Serviços do Sebrae Minas


Santa Rita do Sapucaí ganha Centro de Serviços do Sebrae Minas

Iniciativa amplia ações de fortalecimento do Arranjo Produtivo Local de Eletroeletrônicos e o atendimento a empreendedores da região

O presidente do Sebrae Minas, Lázaro Luiz Gonzaga inaugura, dia 2 de abril, o Centro de Serviços de Santa Rita Sapucaí. A nova sede inova o modelo de prestação de serviços da instituição, que além de atendimento empresarial e projetos de fortalecimento de setores importantes para a economia local passa a oferecer suporte mais amplo aos empresários, como palestras, cursos e espaço para reuniões.
O Centro de Serviços faz parte da estratégia do Sebrae Minas de alavancar o desenvolvimento regional e promover o fortalecimento das MPE mineiras nos arranjos produtivos, por meio de capacitações em gestão, inovação e foco no mercado. Santa Rita do Sapucaí, com 40 mil habitantes, é a quarta cidade a receber o Centro de Serviços, já inaugurado nas cidades de Divinópolis, Nova Serrana e Ubá.
O Sebrae atua na microrregião de Santa Rita do Sapucaí há mais de 20 anos. Há quatro propôs um foco de mercado inovador para as empresas do arranjo produtivo local (APL) de eletroeletrônicos, com o projeto Building Connectivity, voltado a empresas interessadas em criar sistemas integrados para edificações. Para este setor, o Sebrae desenvolve ainda um projeto de internacionalização dos negócios e outro voltado à melhoria da competitividade das empresas do segmento de eletromédicos.

Santa Rita do Sapucaí é conhecida nacional e mundialmente como o “Vale da Eletrônica”, em analogia ao norte-americano “Vale do Silício”. Está a 450 Km de Belo Horizonte, 220 Km de São Paulo, abriga um dos maiores centros tecnológicos do país e catalisa conhecimentos nas áreas de eletrônica, informática e telecomunicações.

APL de Eletroeletrônicos
150 empresas (90% micro e pequenas)
10 mil empregos diretos
12 mil produtos/ano
Volume de exportações
2011: 7 milhões de dólares
2012: 12,4 milhões
2013: projeção de 12,9 milhões


Centro de Serviços do Sebrae em Santa Rita do Sapucaí
Inauguração: 2 de abril, às 14 horas
Av. Delfim Moreira, 113 – Centro
Confirmação de presença: (35) 3471-4185 ou bruna.lenzi@sebraemg.com.br
As inscrições para as atividades gerenciais gratuitas podem ser feitas pelo telefone (32) 3531-5166. Programação completa no site www.sebraemg.com.br

(Fonte: Aline de Freitas - http://www.mg.agenciasebrae.com.br/)

segunda-feira, 25 de março de 2013

Ninguém vive sem um pouco de poesia... _ Lya Luft

Canção da escuta

O sonho na prateleira
me olha com seu ar
de boneco quebrado.
Passo diante dele muitas vezes
e sorrimos um para o outro,
cúmplices de nossos desastres cotidianos.
Mas quando o pego no colo
(como às bonecas tão antigamente)
para avaliar se tem conserto
ou se ficará para sempre como está,
sinto sem estranheza
que dentro dele ainda bate
um pequeno tambor obstinado
e marca – timidamente –
um doce ritmo nos meus passos.
(Lya Luft)

quarta-feira, 20 de março de 2013

Na vitrola aqui de casa - Love me tender

terça-feira, 19 de março de 2013

Ninguém vive sem um pouco de poesia... - Maria do Rosário Pedreira

Não  digas ao que vens. Deixa-me
adivinhar pelo pó nos teus cabelos
que vento te mandou. É longe a
tua casa? Dou-te a minha: leio nos

teus olhos o cansaço do dia que te
venceu; e, no teu rosto, as sombras
contam-me o rosto da viagem. Anda,

vem repousar os martírios da estrada
nas curvas do meu corpo — é um
destino sem dor e sem memória. Tens

sede? Sobra da tarde apenas uma
fatia de laranja — morde-a na minha
boca sem pedires. Não, não me digas
quem és nem ao que vens. Decido eu.
(Maria do Rosário Pedreira)

segunda-feira, 18 de março de 2013

Dica de diversão - Orquetra de Câmara Opus & Derico Sciotti

Clique na imagem para vê-la em tamanho maior 

Você sabia? Timo, a chave da energia vital

Timo, a chave da energia vital



No meio do peito, bem atrás do osso onde a gente toca quando diz Eu, fica uma pequena glândula chamada timo. Seu nome em grego, thymos, significa energia vital. Precisa dizer mais? Precisa, porque o timo continua sendo um ilustre desconhecido.
Ele cresce quando estamos contentes, encolhe pela metade quando nos estressamos e mais ainda se adoecemos. Esta característica iludiu durante muito tempo a medicina, que só o conhecia através de autópsias e sempre o encontrava encolhidinho. Supunha-se que atrofiava e parava de trabalhar na adolescência, tanto que durante décadas os médicos americanos bombardeavam timos adultos perfeitamente saudáveis com megadoses de raios-x, achando que seu tamanho “anormal” poderia causar problemas.
Mais tarde a ciência demonstrou que, mesmo encolhendo após a infância, continua totalmente ativo: é um dos pilares do sistema imunológico, junto com as glândulas adrenais e a espinha dorsal, e está diretamente ligado aos sentidos, à consciência e à linguagem. Como uma central telefônica por onde passam todas as ligações, faz conexões para fora e para dentro. Se somos invadidos por micróbios ou toxinas, reage produzindo células de defesa na mesma hora.
Mas também é muito sensível a imagens, cores, luz, cheiros, sabores, gestos, toques, sons, palavras, pensamentos. Amor e ódio o afetam profundamente. Ideias negativas têm mais poder sobre ele do que vírus ou bactérias - já que não existem em forma concreta, o timo fica tentando reagir e enfraquece, abrindo brechas para sintomas de baixa imunidade como herpes, por exemplo. Em compensação, ideias positivas conseguem dele uma ativação geral de todos os poderes, lembrando a fé que remove montanhas.
Um teste simples pode demonstrar essa conexão. Feche os dedos polegar e indicador na posição de OK, aperte com força e peça para alguém tentar abri-los enquanto você pensa “estou feliz”. Depois repita pensando “estou infeliz”. A maioria das pessoas conserva a força nos dedos com a ideia feliz e enfraquece quando se pensa infeliz. (Substitua os pensamentos por uma bela sopa de legumes ou um lindo sorvete de chocolate para ver o que acontece...)
Este mesmo teste serve para lidar com situações bem mais complexas. Por exemplo, o médico precisa de um diagnóstico diferencial - seu paciente tem sintomas no fígado que tanto podem significar câncer quanto abcessos causados por amebas. Usando lâminas com amostras, ou mesmo representações gráficas de uma e outra hipótese, testa a força muscular do paciente quando em contato com elas e chega ao resultado. As reações são consideradas respostas do timo e o método, que tem sido demonstrado em congressos científicos ao redor do mundo, já é ensinado até na Universidade de São Paulo (USP), a médicos acupunturistas.
O detalhe curioso é que o timo fica encostadinho no coração, que acaba ganhando todos os créditos em relação a sentimentos, emoções, decisões, jeito de falar, jeito de escutar, estado de espírito... “Fiquei de coração apertadinho”, por exemplo, revela uma situação real do timo, que só por reflexo envolve o coração. O próprio chacra cardíaco, fonte energética de união e compaixão, tem muito mais a ver com o timo do que com o coração – e é nesse chacra que, segundo os ensinamentos budistas, se dá a passagem do estágio animal para o estágio humano.
“Lindo!”, você pode estar pensando, “mas e daí?” Daí que, se você quiser, pode exercitar o timo para aumentar sua produção de bem-estar e felicidade.
Como? Pela manhã, ao levantar, ou à noite, antes de dormir.
Fique de pé, os joelhos levemente dobrados. A distância entre os pés deve ser a mesma dos ombros. Ponha o peso do corpo sobre os dedos e não sobre o calcanhar, e mantenha toda a musculatura bem relaxada.
Feche qualquer uma das mãos e comece a dar pancadinhas contínuas com os nós dos dedos no centro do peito, marcando o ritmo assim: uma forte e duas fracas. Continue por três a cinco minutos, respirando calmamente enquanto observa a vibração produzida em toda a região torácica.
O exercício estará atraindo sangue e energia para o timo, fazendo-o crescer em vitalidade e beneficiando também pulmões, coração, brônquios e garganta. Ou seja, enchendo o peito de algo que já era seu e só estava esperando um olhar de reconhecimento para se transformar em coragem, calma, nutrição emocional, abraço.
Ótimo. Íntimo. Cheio de estímulo. Bendito timo.

Fonte: Sonia Hirsch em “Meditando na Cozinha”

sexta-feira, 15 de março de 2013

Ninguém vive sem um pouco de poesia... - Pablo Neruda

Esperemos

Há outros dias que não têm chegado ainda,
que estão fazendo-se
como o pão ou as cadeiras ou o produto
das farmácias ou das oficinas
- há fábricas de dias que virão -
existem artesãos da alma
que levantam e pesam e preparam
certos dias amargos ou preciosos
que de repente chegam à porta
para premiar-nos
com uma laranja
ou assassinar-nos de imediato.

(Pablo Neruda)

quarta-feira, 13 de março de 2013

Habemus Papam

 
 Habemus Papam

domingo, 10 de março de 2013

Santa Rita é notícia - Jovens cientistas usam robótica e tecnologia para ajudar idosos


Jovens cientistas usam robótica e tecnologia para ajudar idosos

BRASÍLIA (Agência Brasil) -  Jovens cientistas de todo o país estão em Brasília neste fim de semana para apresentar  projetos voltados à melhoria da qualidade de vida de idosos. Depois de meses de estudo em grupo, eles desenvolveram protótipos avançados de tecnologia robótica que pretendem lançar futuramente no mercado.

Os cientistas são crianças e adolescentes com idade entre 9 e 14 anos, que representam colégios públicos e privados de todo o país no Torneio de Robótica First Lego League. Realizado desde 2004, o evento tornou-se referência para os jovens que querem mudar o mundo sem abrir mão do que mais gostam: diversão, tecnologia e interatividade.
Orientados por técnicos e mentores, os adolescentes fazem pesquisa social e tecnológica para desenvolver protótipos que poderiam ter saído de qualquer universidade. Estudantes de um colégio estadual em Santa Rita do Sapucaí (MG) desenvolveram uma dupla de relógios em que a variação de pressão no idoso aciona alarme na unidade que fica com seus filhos ou responsáveis. A localização é enviada por GPS.
“A proposta vai ao encontro da demanda do Brasil por mão de obra qualificada em tecnologia, que está sendo importada. Queremos despertar o jovem para esse mundo”, explica Marcos Wesley, do Instituto Aprender Fazendo. A cada ano, além de torneios que testam a agilidade na operação de robôs, os participantes têm que apresentar projetos voltados para a melhoria da sociedade em que vivem. Neste ano, foi a vez da terceira idade.
No estande de Catalão (GO), estudantes apresentam um relógio diferente para os esquecidos. Os alarmes são programados para avisar sobre remédios e dosagens que devem ser ingeridos. Símbolos substituem os números na opção pensada especialmente para analfabetos. “Pela nossa pesquisa, entendemos que o idoso tem suas limitações, mas quer ser independente”, explica Luiz Dias, técnico da equipe.
O grupo que representa o Rio de Janeiro (RJ) apostou em um mecanismo que lê ondas cerebrais para movimentar objetos. “Pode ser usado para assentos e camas subirem e descerem, ajudando idosos com problema no joelho ou de locomoção”, explicam. Embora todas as ideias pareçam dignas de prêmio, apenas três das 60 equipes disputarão torneios na Europa e nos Estados Unidos.
Envolvido com o projeto há quase dez anos, César Barscevicius, 20 anos, diz que o torneio criou uma nova geração de jovens que vivem pesquisa e tecnologia o ano todo. “O brasileiro se destaca. Por não termos tantos recursos, acabamos usando mais a criatividade”, diz ele, que ganhou campeonato na Europa em 2010.
Todos os estudantes ouvidos disseram que pretendem seguir na área de tecnologia, especialmente pela possibilidade de bons empregos e de “criar coisas novas que não precisam de manual”.

(Fonte: http://www.oreporter.com/  em 09/03/2013)

quarta-feira, 6 de março de 2013

Na vitrola aqui de casa - Don't Let Me Be Lonely Tonight

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...