sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Persona - Marcello Mostroianni

Marcello Vincenzo Domenico Mastrojanni (Mostroianni) - (Fontana Liri, 28 de Setembro,  de 1924 - Paris, 19 de Dezembro de 1996)

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Na vitrola aqui de casa - On the sunny side of the street

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Gostei... - Projeto Casa da Leitura

Clique na imagem para vê-la em tamanho maior

O Inatel Casa Viva está fazendo uma campanha de recolhimento de livros infantis, gibis e brinquedos para o projeto da Casa Viva chamado " Casa da Leitura " que deverá beneficiar outras crianças da comunidade Santa-ritense.
Os objetos para doação podem ser entregues na Casa Viva e no DA Inatel até o dia 11 de outubro.

Santa Rita é notícia - Feira reúne 100 invenções no ‘Vale da Eletrônica‘


Feira reúne 100 invenções no ‘Vale da Eletrônica‘

A Feira de Projetos Futuristas de alunos da ETE FMC ocorre de 4 a 6 de outubro, em Santa Rita do Sapucaí (MG)

Em 2011, os projetos conquistaram 11 prêmios, sendo três internacionais


Um purificador que transforma a água da chuva em água potável, um robô que apaga incêndios e socorre vítimas e um localizador de animais e sensores magnéticos que auxiliam na locomoção de pacientes com Mal de Parkinson. Estas são algumas das 100 invenções que poderão ser vistas na ProjETE – Feira de Projetos Futuristas, que será realizada entre 4 e 6 de outubro, promovida pela ETE FMC – Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa.
Com uma tradição de 32 anos, a ProjETE 2012 reunirá projetos nas áreas de telecomunicações, robótica, segurança, sustentabilidade, saúde, acessibilidade e automação. O foco principal é inovação e criatividade, presentes nas invenções dos estudantes dos Ensinos Médio e Técnico.
A ETE FMC fica na cidade de Santa Rita do Sapucaí, no sul de Minas Gerais, região conhecida como o “Vale da Eletrônica” brasileiro, de onde muitos produtos e sistemas tecnológicos inovadores são lançados para todo o mercado nacional e internacional. Boa parte deles nasce dentro da ETE FMC, primeira escola de eletrônica de nível médio da América Latina e sétima do mundo.
O professor Fábio Carli Rodrigues Teixeira, coordenador da ProjETE, conta que haverá novidades na apresentação dos projetos nessa edição. “Além dos protótipos e maquetes, que tanto sucesso fazem entre os visitantes, estamos aplicando um cunho mais científico às pesquisas e ao desenvolvimento dos projetos, aproximando mais a documentação da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, e obtendo assim resultados representativos.”
A ProjETE ocorre durante a Semana da Eletrônica (1º a 6/10), que oferecerá palestras e minicursos (1º a 3/10). Outras escolas e empresas da região também são convidadas a participar do evento, como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae, a Ericsson e a Fundação Educacional Inaciana – FEI de São Bernardo do Campo/SP.
Projetos premiados – Na feira do ano passado, os projetos dos alunos conquistaram 11 prêmios. O protótipo Visão Interativa para Deficientes – VID, criado por três alunos da ETE FMC, ficou com sete prêmios. Um deles, conquistou o primeiro lugar em Engenharia da Febrace 2012 – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia da Universidade de São Paulo – e garantiu à equipe uma Bolsa de Iniciação Científica Júnior Febrace/CNPq, destinada ao desenvolvimento do projeto com duração de seis meses a um ano. Outra conquista importante foi o Prêmio Unesco – Menção Honrosa de Ciência e Tecnologia. O VID foi projetado para substituir a bengala ou, até, o cão-guia. É um conjunto de sensores que vibra quando o deficiente se aproxima de um obstáculo à distância de dois metros. Além disto, tarjas são colocadas nos pulsos, na testa, cintura e joelhos, partes do corpo consideradas sujeitas a batidas.

Inovação em primeiro lugar – Alguns dos projetos da ProjETE 2012:
- Tratamento de água automatizado: purificador com reservatório que utiliza a água da chuva, captada pela calha, e a energia solar (renovável) para esquentar a água a uma temperatura que elimina todos os organismos nocivos ao corpo humano. Depois, passa por um filtro tradicional e se torna potável.

- Robô Bombeiro: controlado remotamente, tem capacidade para se movimentar em vários sentidos, em baixa velocidade, mas com grande tração. Possui uma válvula acionada eletronicamente, capaz de apagar pequenos focos de incêndio e levar às vítimas de soterramento água potável ou oxigênio. Também possui um sensor que identifica a temperatura do recinto onde se encontra.
- Pegadas: voltado a portadores do Mal de Parkinson, o projeto tem um sensor magnético a laser colocado nos pés do paciente. Componentes eletrônicos farão com que o laser acenda ou apague para que o paciente possa seguir a luz e se locomover com segurança. Inclui, ainda, um sensor ultrassônico para medir a distância de obstáculos, acionando lasers em caso de degraus.
- Localizador de animais: auxilia no combate ao roubo de animais. O projeto monitora o animal durante o dia através de um computador e as informações são transmitidas por meio de um sistema Tx-Rx, que registra os movimentos do animal em um gráfico. Assim, é possível ver se ele está no local previsto. Se o chip for retirado do animal, um alarme é acionado na central.

Segundo o diretor geral da ETE FMC, Alexandre Loures Barbosa, muitos dos alunos que participam da ProjETE fazem seus planos de negócio com suporte da instituição, o que possibilita o ingresso nas duas incubadoras de empresas da cidade. “Nossa intenção é fazer o possível para que os empreendedores de nosso ambiente acadêmico tenham a possibilidade de desenvolver um plano de negócio, um protótipo e obter visibilidade para o surgimento de parcerias, explica o diretor.

ETE FMC – Fundada em 1959, a escola integra a Rede Jesuíta de Educação. Desde a inauguração da ETE FMC (www.etefmc.com.br), a pequena cidade mineira de Santa Rita do Sapucaí passou a ser referência em educação, por abrigar a primeira escola de eletrônica de nível médio da América Latina e a sétima no mundo, que ainda hoje, atrai estudantes de todo o País. Atualmente, com cerca de 800 alunos, nos períodos diurno e noturno, oferece os cursos de Automação Industrial, Telecomunicações e Equipamentos Biomédicos, além de Ensino Médio.

Serviço:
O que: 32ª Feira de Projetos Futuristas da ETE FMC
Quando: Dias 4 (19 às 22h), 5 (16 às 22h) e 6 (9 às 11h) de outubro
Onde: Campus ETE FMC – Av. Sinhá Moreira, 350 – Centro – Santa Rita do Sapucaí/MG

(Fonte: http://refrescante.com.br em 26/09/2012)

Santa Rita é notícia - Feira em Minas Gerais reunirá 100 trabalhos científicos


Feira em Minas Gerais reunirá 100 trabalhos científicos

RIO - Um purificador que transforma a água da chuva em água potável, um localizador de animais e um robô que apaga incêndios. São algumas das 100 invenções que poderão ser vistas na Feira de Projetos Futuristas da Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa (ETE FMC), de Santa Rita do Sapucaí, em Minas Gerais. A região é conhecida como o "Vale da eletrônica". O evento, uma tradição do estado que já dura 32 anos, reunirá trabalhos em áreas diversas como telecomunicações, robótica, sustentabilidade e automação.
Em 2011, os projetos conquistaram 11 prêmios. Três internacionais. Um protótipo de visão interativa para deficientes levou sete. Entre eles, uma menção honrosa de ciência e tecnologia pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). Trata-se de um conjunto de sensores que vibra quando a pessoa se aproxima de um obstáculo à distância de dois metros. Tarjas são colocadas nos pulsos, na cintura e nos joelhos, partes do corpo consideradas sujeitas a batidas.
Coordenador do evento, Fábio Carli anuncia que esta edição terá mudanças em relação às anteriores.
- Além dos protótipos e maquetes, estamos aplicando um cunho mais científico às pesquisas e ao desenvolvimento dos projetos, aproximando mais à documentação da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e obtendo, assim, resultados representativos.
O evento acontece de 4 a 6 de outubro. A entrada é gratuita.
(Fonte: O Globo (ciência@oglobo.com.br) em 26/09/2012)

Dica de onde ir - ProjETE 2012

Clique na imagem para vê-la em tamanho maior.

Flashback ProjETE

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Dica de diversão - Tributo aos Beatles

Clique na imagem para vê-la em tamanho maior. 

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Ninguém vive sem um pouco de poesia... - Miguel Torga

Sísifo
Recomeça…
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar
E vendo
Acordado,
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.
(Miguel Torga)


Blog: Na mitologia grega, Sísifo encarnou a astúcia e a rebeldia do homem frente aos desígnios divinos. É considerado como o mais astuto dos homens. Sua lenda mais conhecida conta que aprisionou Tânato, a Morte, quando esta veio buscá-lo e, assim, durante o período em que esteve acorrentada, ninguém morreu à face da Terra. Sua audácia motivou exemplar castigo final de Zeus. Como castigo por tentar dar conhecimento divino aos humanos, foi mandado para o Tártaro e condenado a realizar eternamente trabalhos infrutíferos. Sua punição mais conhecida, conforme se narra na Odisséia, é a que foi forçado a rolar eternamente, ladeira acima, uma enorme pedra até o topo de uma montanha. Assim que a pedra chega ao topo, ela é rolada novamente até a base da montanha. Assim ele está condenado a repetir esta tarefa inútil por toda a eternidade.

Na vitrola aqui de casa - Morning has broken

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Dica de diversão - Meyer Big Band

Clique na imagem para vê-la em tamanho maior

Na vitrola aqui de casa - Better days

Santa Rita é notícia - MG: presos reformam prédios públicos para indenizar vítimas


MG: presos reformam prédios públicos para indenizar vítimas 

Presos por tráfico de drogas, roubos ou furtos na cidade de Santa Rita do Sapucaí, na região sul de Minas Gerais, têm tido a oportunidade de trabalhar para indenizar as vítimas, o Estado e para ter parte da pena diminuída. Para isso, executam serviços de reforma dos prédios públicos do município. A iniciativa é do juiz José Henrique Mallmann, que, desde que assumiu a comarca, em setembro de 2011, buscava uma forma de reduzir a superlotação na cadeia local, atualmente com mais de 130 detentos, o dobro da capacidade.
O projeto Restituir, Restaurar e Reciclar, segundo Mallmann, pretende restituir o dano à vítima, restaurar o patrimônio público e reciclar o preso. "A ideia foi de buscar uma alternativa, porque a gente sabe que o sistema penitenciário está falido, não funciona, não recupera. As prisões hoje estão se tornando um foco de criminalidade, ao invés de ser um lugar para recuperar as pessoas. Não dar para fazer mais do mesmo", explicou Mallmann.
Para o juiz, é uma oportunidade de os presos, na maioria pobres, repararem o dano feito contra as vítimas "E o que o preso ganha? O preso ganha redução da pena, ganha dignidade, ganha oportunidade de até às vezes aprender uma profissão, já que alguns não sabem fazer nada há não ser roubar e praticar o mal", afirmou.
Atualmente 15 presos trabalham diariamente na reforma da delegacia de Santa Rita e em outros prédios públicos. Todos ganham um salário mínimo, que é pago por empresários da cidade, conhecida como Vale da Eletrônica devido à dezenas de empresas que utilizam tecnologia de ponta.
Metade do salário é repassada às famílias dos presos. A outra metade é utilizada para devolver os valores que foram roubados das vítimas. "São 30 dias de trabalho e se o preso faltar é descontado o dia. Teve caso que o prejuízo, por exemplo, foi de R$ 100 para vítima. Metade do salário mínimo é R$ 311. O valor que sobrou, R$ 211, a gente está criando um fundo para encontrar outras vítimas de outros processos para ressarcimos. Nos casos dos crimes de tráfico, que a vítima é a sociedade, metade do salário é destinado para uma fazendinha que cuida de pessoas com problemas de dependência. Já que ele (traficante) fabricou o dependente, agora ele vai pagar o tratamento", detalhou.
Os detentos não são obrigados a trabalhar. Aqueles que aceitam têm que manifestar aptidão para alguma função e bom comportamento carcerário. O magistrado explica que em muitos casos, o ressarcimento à vítima ultrapassou o marco da devolução simples do que foi roubado. Algumas pessoas chegaram a se tornar amigas dos algozes.
"A gente fica com uma extrema alegria de ver as pessoas se reconciliar. Teve um velhinho, senhor de idade, que foi comprar um fogão com o dinheiro que recebeu porque o dele estava muito velho. Ele falou: 'eu quero que ele vá com Deus e eu também'. Ou seja, você reequilibrar o que está desequilibrado é o meu conceito de justiça. Que a pessoa realmente pague pelo erro dela, mas que ela possa também reerguer o queixo e dizer 'felizmente eu pude reparar o que eu fiz'".
O magistrado acredita que seu projeto diminuirá a reincidência na região. "Esse projeto ainda não dá para aferir, mas com o tempo acredito que nós vamos ter um índice de ressocialização bem maior que hoje. O Brasil chega perto de 85% de reincidência, altíssimo, ou seja, uma fábrica de criminosos", concluiu.

Perdão

Uma das vítimas que a Justiça de Santa Rita do Sapucaí procurou para que fosse indenizada é o técnico em eletrônica Anderson Alves. Ele teve a moto que usava para trabalhar furtada, o que representou um prejuízo de R$ 1,5 mil. "Realmente é uma coisa inédita, não esperava isso. Achei bem bacana esse projeto, já que dá à vitima o que lhe é de direito, o que foi retirado. E também a chance do preso se redimir perante a sociedade", avaliou Alves.
O técnico em eletrônica revelou que, depois das audiências, passou a ter uma amizade com o suspeito. "A gente conversou bastante e ele pediu perdão. Ele mostrou que estava arrependido e que queria mudar. Hoje a gente passa na rua se cumprimenta, ficou um clima bacana. Valeu a pena", disse.

Excesso de processos e de presos

O juiz ainda procura por mais alternativas para desafogar a comarca que trabalha. O magistrado revelou que atualmente responde pela 1ª Vara de Execução Penal, pela Vara da Infância e Juventude e pela direção do Fórum: "Estou com muitos processos. Se for somar tudo passa de 14 ou 15 mil. É um juiz apenas para cuidar da cidade de Santa Rita, que tem cerca de 38 mil habitantes, e do município vizinho de São Sebastião, que tem perto de 10 mil pessoas. Um juiz para cobrir tudo isso", apontou.
Por isso, o magistrado revelou que já colocou em prática uma alteração para acelerar o andamento dos processos na comarca, à exceção dos crimes de homicídio cujos julgamentos passam pelo Tribunal do Júri. "Assim que recebo o processo eu já estou ouvindo o réu e marcando as audiências e o dia que ele vai ser julgado. Ele já sai intimado para estar aqui no Fórum no dia do julgamento. Isso realmente é um pouco corajoso pelo acúmulo de serviço", explicou.
Para cumprir os prazos, duas datas são reservadas para as audiências de cada processo. "Minha meta é julgar todas as pessoas em 90 dias. Porque hoje têm pessoas que ficam até mais de ano presas e pode ser que elas sejam absolvidas. Imagina você deixar uma pessoa presa um ano injustamente".
(Fonte: Ney Rubens – Portal Terra em 09/09/2012) 

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Persona - Mario Benedetti

Mario Benedetti (Paso de los Toros, 14 de Setembro de 1920 – Montevodéu, 17 de Maio de 2009)

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

De onde vem? - Dia Nacional da Cachaça

Dia Nacional da Cachaça

Símbolo nacional, cachaça foi ilegal por quase 30 anos

A Corte portuguesa proibiu a "marvada" para vender mais vinho e bagaceira. 

Se hoje a cachaça é um dos orgulhos do País, no século 17 foi o pesadelo dos nossos colonizadores. Mal éramos um esboço de nação e já tínhamos descoberto a bebida da cana. Não demorou, para em 1635, a Coroa proibir seu consumo. Como o veto não pegou, na década seguinte tentou-se proibir a comercialização.
Toda essa preocupação não tinha nada a ver com a ordem pública. O problema era não comprar de Portugal vinho e bagaceira, uma aguardente rival, feita de uva. Cansada de fazer vistas grossas, em 1659, a Metrópole mandou destruir alambiques e tacar fogo em navios exportadores de cachaça.
Tentando se aproveitar, um governador local criou altas taxas para o produto proibido. Claro que acabou em confusão. Alambiqueiros gostavam mesmo era de tomar vinho português, mas, em favor de seus bolsos, agitaram a Revolta da Cachaça, no Rio de Janeiro, em 13 de setembro de 1661. Ganharam a luta com a liberação da nossa aguardente. Por causa disso, em lei do ano de 2009, 13 de setembro passou a ser Dia Nacional da Cachaça.

(Fonte: Almanaque Brasil – Natália Pesciotta)

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Persona - Ferreira Gullar

José Ribamar Ferreira – Ferreira Gullar (São Luís, 10 de Setembro de 1930) 

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Santa Rita é notícia - Mercado promissor para quem se forma em escolas de eletrônica no Vale do Silício brasileiro


Mercado promissor para quem se forma em escolas de eletrônica no Vale do Silício brasileiro

A pequena cidade de Santa Rita de Sapucaí (MG) exporta tecnologia brasileira, gera 9,6 mil empregos e produz 14 mil itens de produtos. Com suas ideias e projetos, ex-alunos abrem novas indústrias e são exemplos de inovação e empreendedorismo.
Ao se formar, em 1971, na ETE FMC - Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa, em Santa Rita do Sapucaí, no sul de Minas Gerais, Marcos Goulart Vilela não tinha ideia de como sua carreira seria promissora. Começou como professor na própria escola, formou-se em engenharia elétrica no Instituto Nacional de Telecomunicações - Inatel (também na região) e trabalhou por mais de 10 anos em São Paulo. Hoje, aos 60, tem, em Santa Rita do Sapucaí, sua própria empresa, a Leucotron Telecom, de PABX e Telefonia Voip, que emprega 180 pessoas – 30 são ex-alunos da ETE FMC.
Vilela é apenas um dos inúmeros exemplos de alunos formados na ETE FMC que seguiram uma carreira profissional e empresarial brilhante. Fundada em 1959, a ETE FMC, da Rede Jesuíta de Educação, foi a primeira Escola Técnica de Eletrônica da América Latina e a sétima do mundo, que tem atraído estudantes de todo o País. Foi uma das principais responsáveis pela transformação de Santa Rita do Sapucaí, pequena cidade mineira que vivia do leite e do café, em um dos mais importantes polos tecnológicos do Brasil. Hoje, com 38 mil habitantes, a cidade é reconhecida em todo o mundo pelo desenvolvimento e produção de eletroeletrônicos, exportados para vários países. É a cidade da inovação e do empreendedorismo.
Considerada o Vale do Silício brasileiro (referência ao Sillicon Valley, polo tecnológico no norte da Califórnia), Santa Rita do Sapucaí tem 142 empresas nas áreas de eletrônica, software, telecomunicações e internet, entre outras, que empregam cerca de 9,6 mil pessoas na produção de cerca de 14 mil itens de produtos (cerca de 10% é exportado) e respondem por um faturamento de R$ 1,9 bilhão anual.
A empresa pioneira da região, a Linear Equipamentos Eletrônicos, que desenvolveu o primeiro transmissor digital de TV brasileiro, foi criada em 1977 por quatro ex-alunos da ETE FMC, Carlos Fructuoso, Elias José Vaz Calil, José de Souza Lima e Robinson Gaudino Caputo (empresa nasceu dentro da escola, numa época em que ainda não se existia o conceito de incubação). Após sua fundação, a cidade tomou novos rumos na área tecnológica. Com a entrada de mais empresas do setor, criou-se um ambiente propício para que alunos formados nas escolas da cidade pudessem colocar suas ideias e projetos em prática, como donos de seu próprio negócio ou fazendo carreira em indústrias locais. Eles deram o tom do desenvolvimento da cidade, que já começa a atrair o interesse de investidores estrangeiros.
Em 2011 a empresa foi vendida para uma multinacional japonesa e passou a se chamar Hitachi Kokusai Linear. "No Vale da Eletrônica desenvolve-se muita tecnologia, em inúmeras áreas da eletrônica. São criados muitos cargos, em vários níveis. Tudo consequência da existência da ETE FMC", declara Fructuoso.
Em Santa Rita do Sapucaí também está instalada a única fábrica de urnas eletrônicas usadas nas eleições em todo o País. É na cidade que se encontram os maiores desenvolvedores de produtos e componentes no mundo para a transmissão de sinal de TV. Muitas empresas da região estão no topo das listas das melhores empresas para se trabalhar, como a Leucotron (fundada por dois ex-alunos da ETE FMC, Marcos Goulart Vilela e Dilson Frota Moraes) eleita por vários anos, conforme várias publicações conceituadas como as revistas Época Negócios e a Exame.
E mais: um pequeno núcleo de empresas da região está produzindo o primeiro tablet com imagens 3D do Brasil. "A receita da cidade: uma estrutura educacional sólida com doses de incentivos fiscais que dão condições de desenvolvimento para os empreendedores locais", completa Fructuoso.
Para dar suporte a novos investimentos, o Arranjo Produtivo Local - APL, oferece vários itens necessários à abertura de uma empresa, como fornecedores diversos. Além disso, o governo mineiro concede incentivos fiscais, como descontos no ICMS. Também foram criadas duas Incubadoras (uma ligada à Prefeitura e outra ao Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel), que já ajudaram a formar quase 100 empresas. Juliano Braz dos Santos, 32 anos, ex-aluno da ETE FMC e diretor da 3J Tecnologia Eletrônica, abriu, em 2012, a Sancout Tecnologia, vinculada à Incubadora e está otimista: "A importância deste pool de empresas é trazer também a tão sonhada independência tecnológica para o País".
Boas oportunidades – Quem se forma em Santa Rita do Sapucaí tem praticamente emprego garantido no setor de eletrônica. "Só fica sem emprego quem quiser. As empresas da região absorvem muitos profissionais, sobretudo porque querem desenvolver seus produtos. O mercado no mundo para esses estudantes também é gigante", diz Marcos Goulart Vilela, um dos responsáveis pela criação na região do Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica - SINDVEL.
Gabriel Augusto Costa Rosa saiu da ETE FMC para o mundo. Formado em Eletrônica com ênfase em automação industrial, em 2007, foi um dos dois aprovados para uma vaga em Macaé (RJ). Hoje com apenas 23 anos, Costa Rosa já foi para a Antártica participar de um projeto, trabalhou com Robótica Submarina na área de Óleo e Gás em Alexandria, no Egito e está, desde abril, em Singapura. "Espero continuar esta minha jornada como freelancer e abrir uma empresa ligada a Robótica Submarina nos próximos anos. O mercado está em grande expansão e muitos nichos surgem na área de Óleo o Gás".
José Maximiano Borsato Vilela, 56 anos, concluiu o curso de eletrônica na ETE FMC e foi trabalhar em São Paulo, após uma entrevista feita na escola. Formou-se em engenharia, retornou à cidade e abriu sua empresa, a Maxcom, que, mais tarde, foi comprada pela Intelbras e subdividida em duas. Uma delas continua sob seu controle, a MaxnTV, do mercado de EaD (Educação à Distância) e de desenvolvimento de software de treinamento. Maximiano diz que está sempre de olho em bons profissionais que saem da ETE FMC.
Para o diretor pedagógico da ETE FMC, Alexandre Barbosa, o mercado sempre esteve aquecido para bons profissionais, tanto que muitos empresários da região solicitam estagiários na escola. "A ETE FMC dá boa formação e embasamento para o aluno abrir uma empresa, além de orientá-lo na transformação de um protótipo em produto real."
Com o objetivo de incentivar a inovação e o empreendedorismo, a ETE FMC promove, desde 1981, a Projete – Feira de Projetos Futuristas, onde são expostos várias invenções dos alunos. Ao longo dos anos, esses projetos renderam à ETE FMC muitos prêmios nacionais. O protótipo Visão Interativa para Deficientes -VID, criado por três alunos em 2011, conquistou sete prêmios.
(Fonte: http://refrescante.com.br em 06/09/2012)

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Santa Rita é notícia - Tragédia em Santa Rita do Sapucaí completa 31 anos

Tragédia completa 31 anos

No dia 27 de setembro de 1981, Santa Rita do Sapucaí, Sul de Minas, vivenciou uma das maiores tragédias da história do município. O acidente ocorreu durante uma cerimônia de batismo realizada no Rio Sapucaí pela  IEAD (Igreja Evangélica  Assembleia de Deus).
A velha ponte de estrutura metálica que já estava interditada, não suportou o peso da multidão que se aglomerou sobre a mesma, a fim de buscar uma visão melhor para assistir ao batismo e cedeu-se. Aquela tarde trágica de setembro ficou marcada para sempre na memória de muitos santa-ritenses. 
Com o desabamento da ponte, dezenas de pessoas foram arrastadas pelas água do Rio Sapucaí.
Quem ali estava presenciou cenas de horror, de heroísmo, gritos de desespero e dor.
Correntes que prendiam as canoas foram arrebentadas a tiros e o trabalho rápido e eficiente dos canoeiros e da Polícia Militar resgatando das águas do Rio Sapucaí vários sobreviventes da tragédia. Cerca de 50 pessoas ficaram feridas e cinco vítimas fatais.
A cidade inteira de luto. No local da tragédia, uma nova ponte foi construída e inaugurada em 1985, levando o nome de seu construtor José Neves.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Na vitrola aqui de casa - Smile

"Roubei" do blog Viver é perigoso.

Bão dimais - Bisteca bêbada


Bisteca bêbada

Ingredientes: 1 kg de bisteca de porco * suco de 1 limão * 3 a 4 dentes de alho picados * sal a gosto * azeite para untar * 4 cebolas médias cortadas em rodelas * 1 kg de batata bolinha descascadas, cozidas e cortadas ao meio * salsinha picada a gosto * 2 latas de cerveja amarela misturadas com sal e alecrim debulhado a gosto
Modo de fazer: Numa tigela, tempere a bisteca de porco com suco de limão, alho picado e sal a gosto e deixe repousar por 15 minutos. Numa fôrma retangular untada com azeite, faça uma camada com metade das rodelas de cebola, depois coloque as bistecas temperadas, a outra metade das rodelas de cebola. Coloque aleatoriamente batatas bolinhas. Salpique salsinha picada a gosto. Tampe a fôrma com papel alumínio e leve para assar em fogo alto por 10 minutos.
Retire o papel alumínio, despeje cerveja amarela misturada com sal e alecrim e volte ao forno alto para dourar por mais 40 minutos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...